Vai reformar a casa? Saiba como o refinanciamento pode evitar as dívidas

 No Financiamento de imóveis, Financiamento para reforma de imóvel, Refinanciamento Imobiliário

Para quem planeja renovar o lar, ter uma ideia de quanto custa reformar a casa é essencial para o orçamento

Reformar a casa é um desejo de muitas pessoas após um longo período morando no mesmo lugar, em parte pela manutenção necessária do imóvel e, em parte, pela renovação do espaço. No entanto, falar em reforma, muitas vezes, provoca dor de cabeça muito antes do projeto iniciar. Isto porque o planejamento e organização do orçamento podem apertar no bolso da família.

Muitos afirmam que construir uma casa é mais em conta do que reformar uma. No entanto, isso pode estar mudando. O IBGE divulgou o índice Nacional da Construção Civil e ele teve a menor taxa do mês de março nos últimos anos, com variação de 0,14% e uma queda de 0,16 pontos em relação a fevereiro. Assim, o custo nacional da construção por metro quadrado ficou em R$1.074,41, sendo R$553,35 relativos aos materiais e R$521,06, à mão de obra. O Nordeste apresentou a maior variação mensal, com 0,32%, enquanto as regiões Norte e Sul tiveram variações negativas de -0,02% e 0,01%.

A grande questão envolvendo reforma de imóvel é, na verdade, que muitas alterações surgem ao longo do processo comprometendo o orçamento calculado no início que, muitas vezes, pode triplicar de tamanho.

Para evitar situações como estas e ainda terminar a tão sonhada reforma sem inúmeras dívidas para arcar posteriormente, existe um tipo de financiamento com melhores condições de prazo e juros que facilita a condução da reforma, sem sobressaltos.

Por onde começar a reforma da sua casa

Primeiramente, defina que cômodos deseja reformar. Se sua intenção for recuperar mais de um espaço da casa, defina suas prioridades e comece então a fazer os orçamentos. Lembre que alguns prestadores de serviço definem uma validade de 30 dias para o orçamento, portanto faça as cotações em datas próximas para assim compará-las de forma justa.

É um momento de muita pesquisa, mas necessário. Orçamentos permitem encontrar a solução mais em conta, lembrando que, dentro da construção civil, existe muita variação de valores tanto de materiais quanto de mão de obra.

financiamento para reforma de imovel

Aliás, sempre que solicitar um orçamento é importante pedir a quantidade prevista de material, para que se possa visualizar o valor total do investimento.

O custo em si vai depender do objetivo. A reforma do banheiro, por exemplo, pode custar muito mais do que a de um quarto, pois os azulejos encarecem bastante a obra.

O tamanho das peças também é fator direto do preço que terá a reforma e do tipo de ação planejada. Por exemplo, pintar uma parede é muito mais barato do que revesti-la. Mas, para pintar é preciso que elas estejam em ótimas condições. Caso não estejam, poderá ser preciso aplicar massa corrida. Já é outro serviço que também precisa ser avaliado e orçado. Por isso, o melhor é planejar bem e ter certeza do que será feito.

Quanto custa, em média, reformar a sua casa

Os preços, é claro, são médios e é preciso considerar variações, principalmente, de região para região do país.

Reforma total: R$1 000,00/ m²

Telhado: R$150,00/ m²

Troca de azulejos: R$ 100,00 m²

Banheiro: R$ 2 295,00/ m²

Cozinha: R$ 1 200,00/ m²

Sala: R$1 000,00/ m²

Quarto: R$ 1800,00/m²

Dicas para economizar na reforma da casa

  1. Pesquise o material de construção em lojas e também pela internet, pois a variação de preços pode ser grande.
  2. Tenha uma reserva de, pelo menos, 20% a mais do orçamento inicial para eventuais necessidades.
  3. Avalie a importância de um arquiteto ou engenheiro que podem oferecer consultoria sobre o projeto, planejando melhor a reforma.
  4. Escolha o momento certo para executá-la. A partir de novembro até o fim do verão os preços de materiais e mão de obra costumam ser mais altos do que no resto do ano. Isto ocorre porque, normalmente, a maioria das obras e reformas acontecem em função do 13º salário.
  5. Para quem declara Imposto de Renda é importante guardar os comprovantes de compra do material e Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) dos prestadores de serviço (com registro na prefeitura) para poder aumentar o valor declarado do imóvel. Assim, a Receita irá considerar o preço atualizado, e quando a casa for vendida, por exemplo, pagará menos imposto.

Como evitar as dívidas em função da reforma da casa

Independente do tipo de reparo, já se sabe que um valor razoável deverá ser despendido para arcar com mão de obra e material de construção. Muitas vezes, após a conclusão da forma, ficam dívidas de compras parceladas ou gastos que não estavam previstos e acabaram surpreendendo. Quando as compras são feitas com cartão de crédito, por exemplo, e o montante acaba extrapolando as possibilidades de pagamento do proprietário, é normal que disso decorram dívidas que acabam impulsionadas pelos juros abusivos. Recentemente, os juros do cartão de crédito para pessoas físicas subiram 2,1% em março e atingiram 334,5% ao ano, mesmo com a queda recente da taxa Selic. Ou seja, entrar em situações de parcelamento da dívida do cartão de crédito pode causar um rombo nas finanças pessoais.

Para evitar uma situação como esta, uma possível solução é fazer um empréstimo com garantia de imóvel ou refinanciamento imobiliário. Nele, se oferece o próprio imóvel como garantia do procedimento, o que garante juros mais baixos do que os oferecidos regularmente no mercado.

Através de um financiamento para reforma do imóvel é possível pagar à vista tanto o material, quanto a mão de obra e ainda guardar uma parte para situações inesperadas. Evitando parcelamentos e juros altos do mercado, o risco de contrair dívidas é muito menor.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não está conseguindo ler? Clique para mudar o texto captcha txt
Atenção! A Housecredi não cobra nenhum valor para liberação do empréstimo. Nunca faça nenhum depósito antecipado ou pague taxa de avalista antes de receber seu empréstimo.
score de creditocrise-economica-brasileira